Blog

Futuro da gestão da alimentação escolar

Escrito por:Digix 08/11/2021 3 min

A gestão da alimentação escolar possui diversas etapas para o cumprimento do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Algumas delas são: montagem de cardápio, processos licitatórios, controle de estoque, prestação de contas, entre outras.

Na maioria das vezes essas atividades são realizadas manualmente. Isso faz com que servidores tenham diversos documentos na mesa e várias planilhas, deixando o trabalho ainda mais moroso e passível de erros.

Em Mato Grosso do Sul, a Secretaria de Estado de Educação investiu na tecnologia para desburocratizar as ações, diminuir as possibilidades de equívocos, bem como, garantir informações consistentes e em tempo real sobre a alimentação escolar de todas as unidades executoras.

A nutricionista da Coordenadoria de Alimentação Escolar da SED-MS, Adriana Rossato, explica que antes de inovarem na gestão da alimentação escolar, o início da aquisição dos alimentos nas escolas demorava muito tempo.

“Precisávamos encontrar uma alternativa que melhorasse todo esse fluxo para que a gente conseguisse intervir em tempo real e não tivesse um problema lá na frente, que comprometesse a alimentação escolar dos estudantes”, recordou.

A solução tecnológica escolhida foi o Cheff Escolar, único software do Brasil que atende todas as etapas do PNAE e proporciona mais agilidade, eficiência e transparência para os atos. Confira os 5 principais resultados obtidos pela SED-MS:

> Redução de 120 horas para 1 hora na preparação dos documentos para processos licitatórios

> Elaboração de cardápios de 90 dias para 2 dias

> Cálculo alimentício per capita de 14 dias para apenas 2 dias

> Prestação de contas para o FNDE de 8 horas para 2 minutos, em média, por escola

> Repasse do recurso para a escola de 48 horas para 1 hora

Outro benefício importante a ser destacado é que o uso da tecnologia também permite que os servidores foquem na sua atividade principal: a parte pedagógica, garantindo que os alunos bem alimentados tenham um melhor rendimento nas aulas.

Com esse case de sucesso de Mato Grosso do Sul, podemos afirmar que uma gestão ágil e tecnológica da alimentação escolar é o que o futuro reserva para as escolas, mas sabe o que é melhor?!

Esse futuro já existe e pode fazer parte do seu dia a dia. Com o Cheff Escolar será possível administrar todas as etapas do processo de alimentação escolar de modo prático, integrado e atendendo às normas do PNAE.

Quer saber mais sobre as boas práticas implementadas pela SED-MS? O Conexão GovTec abordou esta temática com as nutricionistas da Coordenadoria de Alimentação Escolar. Clique aqui e confira!

Navegue por tópicos

    Inscreva-se na nossa newsletter

    WhatsApp