Blog

Descubra como aplicar a gestão da inovação no setor público

Escrito por:Digix 28/06/2021 7 min

A gestão da inovação no setor público é um caminho inevitável, especialmente para quem visa atrair a atenção para investimentos que proporcionem o desenvolvimento socioeconômico. Por isso, é preciso saber como direcionar os esforços para entregar ainda mais valor nesse setor, de forma eficiente e produtiva.

Os movimentos no setor privado têm tornado o mercado cada vez mais funcional, empreendedor e dinâmico. É indispensável que a esfera pública consiga acompanhar essas mudanças, atualizando a forma como o serviço público é encarado, reformulando as suas estruturas e, principalmente, os seus processos.

Se você quer saber como fazer isso de uma maneira eficaz e simples, continue conosco. Neste post, você descobrirá o que exatamente significa fazer a gestão da inovação, como ela funciona no setor público e de que forma pode ser aplicada. Aproveite a leitura!

O que é a gestão da inovação?

A inovação, por si só, é a reformulação de um processo, método ou produto que já vinha sendo executado. Ela pode ser grandiosa ou simples, como uma pequena adaptação. No entanto, geralmente, vem acompanhada de resultados mais efetivos do que vinham sendo alcançados. Assim, a gestão da inovação é justamente a tentativa de administrar essas “novidades” de forma que elas apresentem valor para a instituição.

Uma inovação não precisa, necessariamente, “reinventar a roda”. Ela pode ser uma mudança na forma como acontece o atendimento ao cliente, no passo a passo de um procedimento interno, em um serviço ou produto oferecido e assim por diante.

O papel da gestão, nesse caso, é identificar onde estão os gargalos, os problemas a serem solucionados ou as oportunidades de inovação. A partir disso, é feito todo o trabalho de estudo de alternativas, juntamente com a equipe, para decidir qual é a opção mais atrativa. A gestão da inovação está sempre buscando a melhoria de tudo aquilo que já vai bem, seja no sistema privado ou público.

Como funciona a gestão da inovação no setor público?

No setor público, a gestão da inovação é abordada como um meio de transitar de uma estrutura tradicional de administração para um modelo mais dinâmico e até mais útil. Isso acontece por meio da adoção de novos processos, métodos diferentes de prestação de serviços e quaisquer outras mudanças que aumentem a eficácia dos resultados nesse setor.

Em outras palavras, a gestão da inovação é a tentativa de interromper um padrão ineficaz desempenhado por uma entidade pública, para adotar medidas que realmente atraiam mais oportunidades de investimento e crescimento. Isso pode ser feito desde o fornecimento de educação até a saúde pública, por exemplo.

Um dos primeiros passos para implementar uma gestão da inovação eficiente é passar a encarar esse processo como uma prioridade. Uma pergunta que sempre deve acompanhar os ocupantes de cargos públicos é: “Como podemos reformular isso de uma maneira ainda mais eficiente”?

É preciso deixar para trás aquela mentalidade de que “isso sempre funcionou assim”. Um método ou processo pode ter sido muito útil até um determinado ponto, mas, para alcançar resultados melhores, é preciso estar disposto a tomar medidas diferentes. Por isso, também é muito relevante que se construa um ambiente favorável à inovação, em que as pessoas se sintam à vontade para buscar e sugerir novas soluções.

Outro aspecto indispensável para a gestão da inovação no setor público é a atribuição da tecnologia em absolutamente todos os seus processos. Hoje, além do excesso de burocracia, é sabido que o sistema público sofre com a ineficiência de seus processos internos e com a grande carga de retrabalho sendo realizado. Portanto, a tecnologia pode ser uma forte aliada da eficiência e, é claro, da inovação.

Como aplicar a gestão da inovação no setor público?

Uma das principais preocupações de um governo é garantir que a administração pública seja eficiente, ou seja, entregue os serviços e recursos necessários para a manutenção social, boa qualidade de vida da população e desenvolvimento econômico. É por isso que a gestão da inovação deve andar de mãos dadas com praticamente qualquer processo governamental. Se você quer saber como fazer isso, acompanhe.

Forme uma cultura de inovação

Mudar a forma como um gestor encara o processo de inovação é um primeiro passo bastante relevante nessa jornada. É preciso criar uma cultura de inovação, fazendo com que ela esteja presente em todos os níveis hierárquicos e realmente provoque a proatividade dos servidores na gestão pública.

Um meio de fazer isso é pelo estímulo e valorização à proposição de novas ideias. Muitos profissionais querem ter espaço e autonomia para sugerir pequenas mudanças, que realmente podem fazer toda a diferença nos resultados. Portanto, procure ouvir e considerar esses insights.

Mostre a importância de inovar

As pessoas esperam serviços mais transparentes e eficientes por parte do setor público. Esse deve ser o principal motivador da gestão da inovação. Por isso, é preciso que você enfatize o quanto é relevante buscar por isso todos os dias, atribuindo agilidade, precisão e eficácia na forma como a população de relaciona com o governo.

Invista no marketing interno e melhore a comunicação com a sua equipe, tanto para pedir sugestões quanto para criar uma rede de colaboração entre os departamentos. Outra ideia interessante é utilizar os canais de endomarketing como um meio de divulgar as melhorias e resultados alcançados com as mudanças adotadas.

Busque tecnologias que facilitem a inovação

É praticamente impossível falar em eficiência e inovação sem considerar a adoção de tecnologia. Desde softwares robustos até recursos de automação, é preciso pensar nesses elementos essenciais para os processos internos. Para isso, uma estratégia interessante é a terceirização da mão de obra de TI.

Buscar equipes com expertise na área pode atribuir muito mais eficiência para a gestão de tecnologia. Muitos recursos podem ser implementados, especialmente aqueles que otimizam o atendimento à população. Por isso, em vez de direcionar os seus esforços para coordenar um assunto que, talvez, não seja sua especialidade, delegue para alguém que domine o assunto.

A gestão da inovação no setor público não é algo difícil de ser realizado. No entanto, é importante que seja pensada como parte essencial de todos os processos. Isso significa que os servidores públicos precisam estar treinados a voltar sua atenção para a melhoria de todos os fluxos internos. Sempre buscando a excelência.

Se você gostou deste artigo, quer aprofundar ainda mais o seu conhecimento e ir um pouco além da gestão da inovação, conheça o que são os sistemas de gestão pública e como eles podem ajudar o setor! Temos um post especial sobre esse assunto.

Navegue por tópicos

    Inscreva-se na nossa newsletter

    WhatsApp