Blog

Como melhorar tomadas de decisão na gestão pública

Escrito por:Digix 26/09/2022 4 min

Serviço traz bons resultados para o dia a dia da gestão pública 

Com cada vez mais processos do dia a dia se tornando digitais, falar sobre B.I. tornou-se comum. Trata-se do Business Intelligence – Inteligência de Negócios – serviço que reúne tecnologias, aplicações e práticas que ajudam na análise e integração de informações para o negócio.  

Uma das principais vantagens do BI é proporcionar a tomada de decisão eficiente dentro do ambiente profissional, pois transforma dados brutos em informações valiosas e significativas para o negócio, contribuindo para que tomem decisões ágeis e fundamentadas em evidências. Este serviço é eficiente no setor público. É o que confirma a product manager Pryscilla Araújo, que atua na empresa de tecnologia Digix. “Com o BI, o gestor público consegue tomar decisões baseadas em dados e não em achismos”, explica. Ela ajudou a elencar mais alguns motivos que comprovam que o Business Intelligence é uma boa solução para esse segmento: 

1. Melhora o fluxo de trabalho e agilidade nos processos:

Através do BI, é possível visualizar as informações estratégicas de forma rápida, facilitando o processo de tomada de decisão. Outro ponto importante é que ele ajuda na identificação de erros e gargalos nos fluxos de processos, que seria muito custoso e complexo de encontrar somente com relatórios de sistemas ou trabalho manual. 

2. Reduz custos:

Com a melhor tomada de decisões e a otimização das informações, o serviço diminui os custos e ainda reduz o retrabalho. Importante lembrar que, ao se tratar dos recursos e finanças públicas, é indispensável a prestação de contas, a fim de prover serviços aos cidadãos. 

3. Proporciona mais transparência:

Hoje uma das grandes preocupações da administração pública é em relação à transparência e ao acesso da informação, não só por parte dos servidores, mas também dos cidadãos. Com o BI, é possível gerar informações que sejam confiáveis e que favorecem a tomada de decisões importantes. 

4. Ganho de produtividade:

Com o BI, o trabalho dos setores se torna mais produtivo, pois auxilia na redução do tempo para levantamento e análise dos dados. Além disso, ele facilita desenvolvimento de visões estratégicas do negócio, por meio da análise dos dados e possibilita que sejam tomadas decisões de forma proativas, para sanar problemas, eliminar custos, aumentar o faturamento e a economia, através da análise de projeção futura dos dados, com base no desempenho passado e colabora na fiscalização e acompanhamento da execução dos serviços, conforme as legislações que regulamentam o negócio. 

Considerando esses motivos, integrar soluções de BI ao sistema de gestão pública mostra-se uma opção importante para que as tomadas de decisão sejam baseadas em evidências, já que haverá visualização dos dados atuais e históricos de uma forma rápida em telas de monitoramento que apresentam os principais resultados e indicadores. 

Todas as informações de valores são geradas para a gestão pública através dos cruzamentos e transformação de dados de diversos sistemas existentes no órgão governamental.  

Tendo em vista que a transformação digital já é uma realidade na gestão pública, os gestores, que utilizarem as informações de valor que esse cenário oferece, poderão atender seus cidadãos de maneira cada vez mais eficiente e transparente.

Navegue por tópicos

    Inscreva-se na nossa newsletter

    WhatsApp