Uma pauta vem ganhando destaque no Brasil nos últimos anos: a implantação da tecnologia 5G. Muito se é dito sobre a sua maior velocidade, cobertura mais ampla e conexão mais estável, mas hoje vamos abordar sobre o impacto do 5G na gestão pública.

De acordo com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, o 5G Standalone, conhecido como 5G puro, estará disponível em todas as capitais até julho de 2022. Com a aproximação desta data, a expectativa em diversos setores econômicos aumenta.

Um dos motivos para isso é devido ao fato da nova tecnologia ampliar os conceitos de rede móvel e ser considerada uma das soluções para alguns desafios tecnológicos enfrentados, principalmente, por empresas.

Nos órgãos governamentais, por exemplo, essa nova geração de rede de internet móvel também contribuirá ainda mais com a transformação digital, proporcionando mais eficiência, produtividade, segurança e uma nova forma de se conectar com o cidadão.

Veja a seguir os processos da administração pública que serão aprimorados com o 5G:

Experiência dos cidadãos

Os cidadãos brasileiros estão cada vez mais conectados e utilizam o seu dispositivo eletrônico ligado à internet para resolver suas pendências. Com o 5G, teremos mais agilidade e aumento dos canais de atendimento do governo com a população.

Além de melhorar a experiência e o relacionamento com o cidadão, a tecnologia 5G permitirá que a população tenha mais comodidade e acompanhe, de forma mais próxima, os seus processos com a gestão pública.

Armazenamento em nuvem

A chegada do 5G também impactará em uma maior utilização da tecnologia em nuvem. A expectativa é que o processamento de dados em nuvem seja maior, mais rápido e com um custo menor em relação aos servidores utilizados atualmente.

Outros benefícios são: acesso às informações de qualquer dispositivo, armazenamento dos documentos sem ocupar espaços físicos, segurança dos dados e fim dos extravios.

Inteligência artificial

O uso da tecnologia em nuvem somada ao 5G ainda possibilita outra novidade na gestão pública: a Inteligência Artificial (IA). Esse avanço tecnológico permite, entre outras coisas, a análise de grande quantidade de dados.

A IA reúne algoritmos e sistemas de aprendizado, que permitem uma grande quantidade de processamento de forma rápida, precisa e confiável. Isso contribui para descobrir padrões e para que os gestores tomem decisões mais assertivas.

Além disso, a IA auxilia na redução de erros e riscos, na escalabilidade do fluxo de trabalho, no conceito de cidades inteligentes e em um atendimento aos cidadãos com mais agilidade e eficiência.

Segurança dos dados

Outro tópico importante a ser destacado é sobre a segurança, já que hoje em dia acompanhamos casos de ciberataques em órgãos governamentais. Com a nuvem, as informações terão uma segurança mais avançada por meio de criptografia e backups, o que dificulta a disseminação das informações.

A tecnologia 5G também facilitará que os especialistas em segurança da informação identifiquem possíveis ataques às redes da administração pública e possam intervir de forma mais rápida.

Em resumo, a quinta geração de internet trará mais do que velocidade para o dia a dia da gestão pública, proporcionará conectividade para identificar e resolver alguns desafios de infraestrutura e cidadania.