Blog

5 tecnologias que a gestão pública precisa ficar de olho

Escrito por:Digix 09/03/2022 6 min

A transformação digital é um caminho que não tem mais volta para a gestão pública. Principalmente, depois do movimento crescente durante a pandemia de Coronavírus. Sabendo disso, listamos 5 tecnologias que você precisa ficar de olho.

Neste artigo, vamos apresentar opções para garantir mais segurança aos serviços públicos, facilitar o dia a dia nos órgãos governamentais e para proporcionar mais agilidade e comodidade a toda população. Vamos lá?

1. Nuvem

Engana-se quem pensa que as nuvens são apenas mais um dos recursos de armazenamento de dados. Na verdade, a utilização da nuvem traz diversos benefícios para a gestão pública, como proteção dos dados e agilidade para as atividades internas dos servidores públicos.

As informações salvas na nuvem ficam em um local único, seguro e flexível. Não havendo necessidade de armazenar os dados em servidores físicos. É possível salvar e visualizar os arquivos de forma on-line e de qualquer localidade.

Já em relação a proteção das informações, a nuvem proporciona uma estrutura segura para salvar as informações e evitar vazamentos ou perda de dados. Em casos de danos nos aparelhos eletrônicos, as informações não são comprometidas e podem ser acessadas por qualquer dispositivo com acesso à internet.

2. Business Intelligence

Deseja resultados excelentes na gestão pública? Então, você precisa ter dados da instituição para tomar as melhores decisões, eliminar ineficiência, identificar de forma antecipada possíveis problemas e se adaptar as mudanças.

O serviço de Business Intelligence (BI) auxilia a administração pública justamente neste aspecto. Oferece suporte para a tomada de decisão e monitoramento dos resultados através da entrega da informação correta, para a pessoa certa, em tempo hábil e possibilita prever o futuro com base no desempenho passado.

Esse processo passa por coleta, organização, gerenciamento, análise, compartilhamento e transformação dos dados para elaboração de telas de monitoramento e relatórios que proporcionam a interpretação da informação para identificar oportunidades ou riscos.

Assim, com o BI e as suas informações qualificadas, o tempo de incertezas chegará ao fim. Para que chegue a vez das tomadas de decisões serem orientadas por evidências e possibilitarem que os gestores tenham decisões mais rápidas, acertadas e seguras.

3. Inteligência artificial

Uma das principais definições da Inteligência Artificial (IA) é a utilização da tecnologia para realizar ações utilizando inteligência, de forma semelhante ao do ser humano. Na gestão pública, há algumas maneiras de desenvolver um projeto com inteligência artificial.

Os serviços públicos com inteligência artificial podem variar desde a um chatbots para sanar as dúvidas dos cidadãos, como também evitar fraudes em solicitações de benefícios e identificação de problemas no trânsito ou na segurança pública.

Por fim, os resultados tendem a ser ainda melhores quando a IA é somada a projetos com Machine Learning. Confira o que o diretor de Operações da Digix, Kleber Teixeira, citou sobre essas tendências em novembro de 2021:

“A administração pública vem aderindo ao movimento de transformação digital de forma sistemática. Há grandes cases de projetos que, com o apoio da tecnologia, vem gerando mais valor para a sociedade. Painéis de Business Intelligence, projetos com Machine Learning e iniciativas que envolvam o uso da Inteligência Artificial serão mais comuns nas soluções que apoiam a gestão da administração pública. Vejo diversos movimentos em busca dessas tecnologias e nossos times estão constantemente buscando a modernização de nossas plataformas a fim de atender essa demanda”, adiantou Kleber Teixeira.

4. Aplicativos combináveis

No momento atual em que a gestão pública precisa de agilidade para criar soluções que beneficiem os servidores e a população, os aplicativos combináveis são ótimas oportunidades para inovar.

Eles são desenvolvidos a partir de componentes modulares e reutilizam códigos, implementando novos recursos de forma mais rápida. Desta forma, a possibilidade de os softwares se integrarem mais facilmente a outras soluções é uma tendência bem forte para a época em que vivemos, já que assim vai possibilitar a facilidade de uso pelo cidadão e, consequentemente, poderá utilizar a solução por mais tempo.

5. Segurança de dados

Podemos dizer que segurança de dados é um tema bastante atual nos dias de hoje. Até porque o setor público está cada vez mais consolidando a transformação digital em suas atividades diárias e esse avanço tecnológico demanda mais ações voltadas para isso.

Para preservar os dados sigilosos, é fundamental que a gestão pública invista em segurança de dados para fortalecer essa cultura dentro das instituições e evitar que os dados fiquem vulneráveis à ataques cibernéticos.

Quer saber mais sobre segurança de dados?

A primeira edição do Conexão GovTec de 2022 foi justamente sobre esse assunto. Clique aqui e conheça as boas práticas da Estônia, país da Europa, e da Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação de Rondônia (Setic-RO).

Para mais conteúdos sobre tecnologia na gestão pública, siga as nossas redes sociais:

> Instagram

> Facebook

> Youtube

Navegue por tópicos

    Inscreva-se na nossa newsletter

    WhatsApp